sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Doce garota da zona sul


(Imagem: HATS - Windows)

O sol se pôs na pracinha enquanto lembranças de conversas com a menina mais linda pairam dentro de mim.
Isso dá um belo sentido à vida. Espero que nossos corações sempre se alcançem toda vez que o horizonte ficar laranja sobre as lembranças e sobre o presente.

Você é constante como o rio silencioso e calmo ao redor, mesmo que não possamos ver. Eu sou nuvem que passa, chovendo escondida e desaparecendo por meses. No fundo somos a mesma água.
Eu levava uma vida muito perdida e não percebi sua perfeição.

Saber de sua existência já me faz estar perto de você e mesmo que eu não possa ve-la e a amizade ainda arde em meu peito como uma chama. Ainda que fosse possivel esquecer, a Joni e a Karen sempre te traz de volta não importa onde estejamos. Não importa onde.

See you!

Um comentário:

Yuusuke disse...

Que bela poesia
http://nipponpress.blogspot.com/2012/12/abe-da-indicacao-de-que-podera-permitir.html