quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Todo mundo foi criança III

(imagem: 4 - Nuno Bernardo - Olhares.com)


Percebi a cidade com uns 19 anos, era incrível a noção de pensar e sentir dentro dela à primeira vez. De modo lúcido perceber que há possibilidades.
Quando era criança meus amigos e eu pregávamos uma brincadeira nas pessoas que passavam por nós, "Ei, moço!" - chamava-mos. Quando a pessoa voltava perguntava-mos: "se você não tivesse voltado já estaria onde?". O pessoal ficava fulo da vida conosco. Aprendemos a ficar longe de possiveis cascudos, então, para a brincadeira ficar mais divertida.
Mas tudo o que vai tem volta, e hoje recebi o troco por minhas peraltiçes de alguns tempos atrás.

Quando ouvia um som olhando o céu pela janela, notei o horizonte de casas e prédios então aconteceu. A cidade entrou pela casa e me perguntou - me perguntou jogando seu hálito quente de dia de verão fora de época: "se você não estivesse aqui em mim, onde poderia estar?" Longo tempo de silêncio... Pensei: será que é preciso tudo isso para sermos felizes mesmo?

Parecia haver sorrisos maliciosos e irônicos para mim. Quis pensar em algum lugar para estar que não esse e não veio nada em minha mente, parei e olhei ao redor, como alguém que se percebe preso no espaço e tempo - pela janela sentia os sorrisos irônicos.

Havia outro lugar para estar, vários lugares, aliás. Porém escolhi esse aqui para ser onde quero estar (como quando eles dizem nos filmes: "estou exatamente onde quero estar!"). Os sorrisos irônicos cessaram como quando alguém se espanta ao ser descoberto em segredo. Descobri um segredo das cidades. Hoje eu sei -assim como aquele pessoal que zoava-mos na rua - hoje eu sei que estou só de passagem, e essa foi minha resposta a ela. Você nos prende e condiciona as vidas aos seus caprichos pois foi feita para nós, mas nós não fomos feitos para você. Sei exatamente onde estou e onde quero estar.

Diz pra mim, quem vai sorrir agora?

7 comentários:

Jaquellinee disse...

Adorei o post vc escreve muito bem,concordo com vc quando vc diz que esta só de passagem,pois é a pura realidade,todos estamos só de passagem por isso temos que aproveitar esse tempo de um jeito bom e saudavel.Parabéns novamente pelo post

Jaquellinee disse...

Obrigada querido por me linkar kk
se eu soubesse fazer isso likaria vc também
(apesar q vc pode me ensinar)
fike com Deus Bjs

Pobre esponja disse...

Hahaha, essa brincadeira não conhecia.
Legal ciomo o texto "se linkou", amigo.

abç
Pobre Esponja

Monique Burigo Marin disse...

Mas já que estamos de passagem, pra quê a pressa? Quero mais é demorar-me em cada pequeno detalhe. Quero mais é ser interrompida nessa caminhada automática do dia-a-dia.
Talvez seja esse o segredo dos sorrisos mais sinceros...
Você escreve muito bem!

Paty disse...

olá! concordo com vc, gosto de pensar que estmos aqui de passagem, para aprender e evoluir.
convido-o a vistiar o meu blog http://moradadevenus.blogspot.com/ no último post " Vou botar um filho no mundo. Chega de PT!"
se gostar pode divulgar.

Lena D. disse...

Achei a sua brincadeirinha de pirralho altamente existencial. Hehehe. Beijos.

Lena D. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.