quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Um estranho conhecido

(Imagem: Avenue des Champs Elysées... Por: Honey no site Olhares.com)


Quando me despedi de minha namorada ao portão da casa dela, pedi a Deus proteção até o ponto de parada de ônibus. Estava com violão, celular e uma mochila cheia nas costas e não queria ser a milésima pessoa a ser assaltada ali.

Desci a rua então percebi um senhor, aparentemente bêbado sentado no chão perto da escadaria. Perguntei se ele queria ajuda e se tinha caído, fui tranqüilo e firme, não pensei na miséria que o álcool causa em pessoas assim e em suas famílias, nem fiquei bravo ao lembrar dos comerciais de cerveja. - tem duas coisas que odeio na vida, uma delas é a mentira, a outra é comercial de cerveja. Você entenderia melhor se os traficantes também fizessem propaganda de maconha ou cocaína na t.v. com gente bonita e alegre e te pedissem para apreciar com moderação - O senhor disse que não precisava me incomodar (com a voz bem fraquinha) e agradeceu, logo depois se levantou com muito custo e fez sinal de positivo pra mim. Espantei-me, não tive pena. Não tive pena pois percebi que ele era um anjo! E lembrei que quando me abaixei e ele me respondeu não senti o bafo de cachaça típico dos que bebem para cair (ou até cair).Ele ficou conversando comigo e acho que não percebeu que eu tinha descoberto.
Só percebi um anjo uma vez em minha vida, e foi há muito tempo, quando nem queria saber mais de Deus perto de mim. Estava a sair do cursinho com a cabeça cheia de besteiras quando olhei para o céu e disse: se o Senhor se importa, não deixe o mal me acontecer.
Dobrei a esquina e uma policial, com cheiro de jardim e um fardamento impecável, me deu bom-dia e estendeu a mão com um folheto. Agradeci e ela se afastou. Não esqueço até hoje que li naquele impresso o que desejava encontrar por meses! (Um sentido para isso aqui). Foi como ser salvo de um incêndio ou de um atropelamento na hora H. E nem conseguia ler as placas e ver o rosto das pessoas de tão marejados que meus olhos ficaram.
A condução demorava a chegar e então o senhor (anjo) do meu lado tirou uma carteira de cigarro da calça, ficou como quem olha para algo que nunca viu e guardou novamente no bolso. Tive certeza. Se ele não fosse um anjo já teria fumado um cigarro. Aquilo foi só pra me despistar, anjos não fumam.
Queria que você sentisse como havia paz naquele ponto – Um céu de noite clara e aberta e eu me sentindo a pessoa mais segura do mundo!
Quando a condução chegou, olhei pra ele para me despedir, mas ele estava olhando fixamente pra frente como quem diz: não é a mim que você deve agradecer. E pensei: só um louco espera ônibus cheio de coisas com ele à lá vitrine para ladrão no fim de um domingo no sentido Grande Aracaju.
Talvez eu tenha netos e uma porção de coisas a contar...
Obrigado Deus!

12 comentários:

Angel disse...

Realmente, os anjos estão em toda parte.lindo o seu texto.

thaisblasquez disse...

Mais difícil que encontrar um anjo, é perceber que ele é realmente um anjo.

Muito lindo o seu texto.
Só estou curiosa para saber do panflto que o guarda lhe entregou.

http://thaisblasquez.blogspot.com/

Juh Bassan disse...

Lindo o seu texto, fiquei arrepiada! Eu também sou de pedir sinais e já me aconteceu uma vez de encontrar uma senhora na rodoviária e ela me dizer as coisas que eu realmente precisava ouvir naquela hora. Só Deus mesmo pra fazer isso.

Mima disse...

nossa, você escreve muito beeim! Fiqueii arrepiada com o texto!

parabens! tô seguindo e estarei por akie sempre!!

beijinhos!^^

Chrístian Klauter disse...

que texto massa velho :D
parabéns pelo blog

Daniel disse...

Adorei o texto também!! Parabéns!

Jeferson Assis disse...

Ainda bem que o mal não aconteceu contigo.
Se como é essa sensação de insegurança.

Inez disse...

Muitas vezes temos anjos ao nosso lado e nema percebemos, quando percebemos é uma alegria muito grande.

en porcelain. disse...

Adorei o texto! :)

Beatriz Okubo disse...

Parabéns, muito bom! Adorei. :D

PCN disse...

Bonita a forma de você crer nas coisas... Belas palavras! =]

http://papeisriscados.blogspot.com/

Por uma Educação de Sensibilidade disse...

bacana seu Blog,peguei na comunidade da Clarice,até mais