terça-feira, 7 de outubro de 2008

O bem e o mal

Imagina se esses dois ao invés de perderem tempo com guerras usassem suas vidas (e a de milhões) desse jeito!



Não é preciso o mal para o bem se manifestar. Isso é apenas um dos conformismos que aprendemos ao longo da vida. Não sou tão burro a ponto de negar a existência dos dois lados, mas onde quero chegar é: o bem pode existir apenas com a consciência do mal, e não com a realização deste. É uma opção, a escolha de um lado, mesmo que o outro lado também o atraia. E nem é ingenuidade, é sabedoria mesmo, porque nós somos sábios apenas em dois períodos de nossas vidas: infância (digo por experiência própria), e velhice, quando voltamos a ser crianças (essa é uma experiência alheia ainda), pois os adultos são os seres mais confusos que esse mundo contém.


E eu tinha acabado de chegar do futebol, quando fui tomar banho e o Yin e Yang ficou pairando sobre minha cabeça, pedindo para que o aceitasse, dizendo que é preciso a crueldade para completar o bem. Então a criança que havia em mim como um desses garotos de beira-de-estrada - falou-me: “Toda a sua confusão, é só conformismo”. “O bem e o mal não são irmãos siameses – sequer pertencem a mesma família.”
“É apenas uma questão de escolha.”
Escolha.

9 comentários:

l'esprit fabuleux disse...

concordo com o que você disse de certa forma :)
mais essa coisa de bem e mal/mal e bem, continua acontecendo pq ninguém toma lado em um dos caminhos,o povo fica na corda bamba entre esses dois lados, ai fica dificil, mas enfim!

ótimo dia!

Professora Ana disse...

complicado escolher quando oscilamols entre os dois lados!

www.taoiguaisetaodiferentes.blogspot.com

www.paulabarreto.zip.net

Joey disse...

Na verdade nem sei no que acredito.
é meio complexo,e fiquei ainda mais comfuso depois que li seu texto.

vou ler de novo.


visite:
http://webfuel.blogspot.com/

Débora disse...

rs concordo que podemos escolher sim se estivermos abertos a sempre escutar aquelas vozinha da crianças interior como você falou!
Um abraço!
Adorei o blog!

Maranganha Abilolado disse...

Bem e mal, alto e baixo, macho e fêmea. Esses são apenas modos de administrar a criação. As coisas precisam ser assim, para justificar a existência de seus opostos.

Luciana disse...

Acho que o bem e o mal fazem parte da natureza humana. Cabe a nós decidirmos qual dos dois prevalece e administrarmos isso da melhor maneira possível.

rosangela disse...

concordo com vc .. não somos todo ingenuo, todo bonzinho .. temos outros entiments .. até mesmo pra se saber que isso é bom tem que conhecimentos do mal .. se não com analisar e saber quem é quem..


que so melhor de cada um de nos se sobressai ..

Abç..

Fábio Flora disse...

O que a gente chama de bem e mal está dentro de cada um de nós. Somos todos uma mistura de um e outro. Somos humanos. E mais nada.

Karla Hack disse...

Esta coisa do instinto, da inocência da criança que somos...
Tem muita valia na vida..
O bem e o mal, para mim, é questão de postura, de escolha..
Mas, é claro.. que se fosse só isso.. o mundo não tava do jeito que tá, neh?!

;P

bjus